CAMARA MAIO

City e Liverpool chegam à rodada final na briga pelo título; veja outras vezes em que o Inglês foi decidido no fim

Por Redação em 21/05/2022 às 14:14:56

Neste domingo, 22, termina o Campeonato Inglês de 2021/22. A disputa pelo título da temporada segue em aberto, com o Manchester City apenas um ponto à frente do Liverpool. As duas equipes podem levantar a taça, que, inclusive, “estará” nos dois estádios de uma maneira inusitada. O troféu real vai para o Etihad Stadium, onde será realizado o duelo entre City e Aston Villa, enquanto uma réplica ficará no Anfield, palco do jogo entre Liverpool e Wolverhampton. Para o título azul, basta uma vitória simples. Já a festa vermelha só vem se o City tropeçar e o Liverpool vencer. Toda a rodada acontecerá às 12h (horário de Brasília). Em um campeonato que geralmente tem campeões definidos com larga vantagem, você deve estar se perguntando se esse cenário de decisão na última rodada já aconteceu. A resposta é: sim, com algumas decisões históricas em um passado recente. A Premier League, que nasceu em 1992, teve oito edições disputas até a última volta. Relembre-as!

Títulos da Premier League decididos na rodada final

Manchester United e Blackburn, em 1994/95

Dois anos depois do início da Premier League, os torcedores ingleses presenciaram a primeira disputa acirrada de título. O Blackburn Rovers liderava o campeonato com um ponto de diferença para o Manchester United. Na época, os times disputavam 42 rodadas ao todo. No último ato, os Rovers perderam para o Liverpool por 2 a 1 e deram ao United a chance de ficar com a taça, mas os Diabos Vermelhos ficaram apenas no empate com o West Ham e deixaram o título em Blackburn. A equipe campeã tinha o centroavante Alan Shearer, destaque da seleção inglesa na Copa do Mundo de 1998, como grande estrela.

Manchester United e Newcastle, em 1995/96

A temporada seguinte teve o mesmo roteiro, só que desta vez com o Red Devils em vantagem contra o Newcastle por dois pontos de diferença, após recuperação fantástica — a equipe alvinegra chegou a abrir 12 pontos de vantagem na liderança. Se os dois times terminassem o campeonato empatados, haveria um jogo extra para se definir o campeão. Mas, na última rodada, os Magpies empataram em 1 a 1 contra o Tottenham, e o United venceu o Middlesbrough por 3 a 0, conquistando o terceiro título de Sir Alex Ferguson na liga inglesa.

Manchester United e Arsenal, em 1998/99

A dinastia vermelha seguiu por alguns anos na Premier League. O United voltou a conquistar o título em 1998/99 de forma dramática. Na última rodada, a equipe comandada por Ferguson liderava o torneio com 76 pontos contra 75 do Arsenal. A poderosa equipe de Manchester, que tinha no elenco estrelas como Paulo Scholes, Ryan Giggs e David Beckham, confirmou a taça ao vencer o Tottenham por 2 a 1, no Old Trafford. Naquela temporada, o time levou também a Liga dos Campeões da Europa e se credenciou para disputar a final do Mundial Interclubes, no Japão. Com gol de Roy Keane, o Manchester United venceu o Palmeiras por 1 a 0, pintou o planeta de vermelho e mostrou que aquela equipe era mesmo histórica.

Manchester United e Chelsea, em 2007/08

Os dois times chegaram à ultima rodada empatados, mas, graças a seu poderoso ataque, comandado pelo astro português Cristiano Ronaldo (artilheiro do torneio, com 31 gols), o Manchester United tinha ampla vantagem no saldo de gols (56 a 39), primeiro critério de desempate na Premier League. No entanto, essa diferença em favor da equipe comandada por Alex Ferguson nem precisou ser levada em conta na classificação final. O United bateu o Wigan por 2 a 0 e, com o empate entre Chelsea e Bolton, faturou o bicampeonato, que viraria tri no ano seguinte.

Manchester United e Chelsea, em 2009/10

Mais uma disputa entre Manchester United e Chelsea. Os Red Devils lideravam o campeonato desde a rodada 17, mas viram o rival encostar e causar sufoco até o fim. Quando cada time tinha somente mais um jogo a fazer, a diferença era de apenas um ponto. A equipe londrina fez a sua parte e aplicou uma goleada de 8 a 0 no Wigan, mas o United também passou por cima de seu adversário (derrotou o Stoke City por 4 a 0). A vantagem se manteve, e o time de Manchester foi campeão inglês pela 12ª vez. Dimitar Berbatov (United) e Carlos Tévez (City) foram os artilheiros do campeonato, com 20 gols cada um.

Manchester City e Manchester United, em 2011/12

O City já esteve na posição de ganhar no último suspiro. Na temporada de 2011/12, os times de Manchester chegaram empatados na última rodada, com 86 pontos. Os Citizens precisavam de uma vitória simples para conquistar o inédito título, porque tinham vantagem no saldo de gols. O United vencia o Sunderland por 1 a 0 desde o primeiro tempo, e o drama no Etihad só aumentava. Zabaleta abriu o placar para os donos da casa, mas Cissé e Mackie viraram para o Queens Park Rangers, que lutava contra o rebaixamento. Aos 46 do segundo tempo, Dzeko deixou tudo igual, mas era necessário a vitória. Aos 49, Balotelli passou para Agüero, que finalizou com força e fez o gol do 3 a 2 e do título. O feito foi tão grande que o argentino ganhou uma estátua, inaugurada neste ano.

Manchester City e Liverpool, em 2013/14

Parecia que o Liverpool finalmente conquistaria a Premier League pela primeira vez, mas dois tropeços antes da rodada derradeira fizeram os Reds serem ultrapassados pelo Manchester City, que engatou uma sequência de vitórias na reta final. Primeiro, a equipe da terra dos Beatles perdeu para o Chelsea por 2 a 0, no Anfield, em duelo que ficou marcado por uma falha do ídolo Gerrard — ele escorregou e estendeu o tapete para Ba marcar. O empate com o Crystal Palace no jogo seguinte tirou dos Reds a liderança a uma partida do fim. A equipe até venceu seu último jogo, contra o Newcastle, mas o triunfo do City sobre o West Ham, por 2 a 0, acabou com as chances vermelhas.

Manchester City e Liverpool, em 2018/19

Uma nova disputa entre Citizens e Reds ocorreu em 12 de maio de 2019. Com campanhas incríveis, os dois times chegaram à 38ª rodada separados por apenas um ponto — o City na frente, com 95. Com dois gols de Mané, o Liverpool venceu o Wolverhampton em casa, mas não conseguiu sair da fila de títulos inglês — algo que só aconteceria na temporada seguinte — porque o time de Manchester goleou o Brighton por 4 a 1, como visitante. Com 97 pontos ao final do campeonato, os Reds alcançaram a maior pontuação de um vice-campeão na história da Premier League (e a terceira maior no geral).

Comunicar erro

Comentários

ANUNCIA