agua guariroba

Quem é o brasileiro que criou spray de barreira e ganhou R$ 200 milhões da Fifa em disputa na Justiça

Por Redação em 16/05/2024 às 19:20:20

Um brasileiro ganhou R$ 200 milhões da Fifa após uma longa batalha na Justiça por ter inventado o spray usado pelos árbitros para marcarem o local da cobrança das faltas e a distância das barreiras. Trata-se de Heine Allemagne, de 53 anos.

O mineiro moveu um processo contra a entidade máxima do futebol em 2017 pedindo uma indenização milionária por má-fé e uso indevido de sua invenção. E, nesta terça, o Superior Tribunal de Justiça determinou que a sua empresa Spuni Comércio de Produtos Esportivos será ressarcida.

De origem humilde, Heine Allemagne Vilarinho Dias nasceu em Ituiutaba, cidade de pouco mais de 100 mil habitantes no Triângulo Mineiro. Ele não completou o ensino médio e passou por diversos empregos até se firmar como publicitário.

''Fui entregador, vendi jornal na rua, entreguei panfleto. Depois fui para um escritório de contabilidade, depois para uma gráfica... também montei empresa, fui empresário, trabalhei na televisão, com agência de publicidade. Hoje, me considero publicitário'', afirmou em entrevista ao Ge.

Heine sempre amou futebol e era centroavante nas ''peladas'' com os amigos durante a juventude. A ideia de criar o spray de barreira surgiu assistindo Galvão Bueno durante uma transmissão.

''A invenção em si foi quando eu estava com muita dificuldade financeira. Eu trabalhava em mais de um lugar e pensei que tinha que mudar o meu destino, fazer parte de algo especial. Foi quando um dia, em um jogo na TV, o Galvão Bueno disse: 'eu quero ver o cidadão que vai manter a barreira no lugar'. Aí eu falei: 'Eu vou resolver isso aqui agora''', explicou.

Agora, sete anos após entrar na Justiça, o brasileiro teve sua invenção enfim reconhecida e planeja dar sequência a novos projetos, como o de um novo tipo de motor elétrico.

"Sou uma pessoa que acredita que melhorar o mundo é possível. Acredito que a humanidade cada dia vai ser melhor e que a gente pode ser protagonista desse roteiro'', concluiu.

Comunicar erro
SUPREME

Comentários

ANUNCIA