aguas guariroba

Padre que teria oferecido R$ 2 mil para sexo com adolescente é liberado da cadeia

Por Redação em 09/07/2024 às 16:43:22

O padre que foi preso na madrugada desta segunda-feira (8), em Campo Grande, porque teria oferecido R$ 2 mil para manter relações sexuais com um adolescente, ganhou a liberdade nesta terça-feira (9), em audi√™ncia de custódia. O sacerdote que era p√°roco da Paróquia Nossa Senhora Aparecida das Moreninhas, região sul da Capital, foi afastado pelo pelo arcebispo Dom Dimas Lara Barbosa, como o Enfoque MS noticiou ontem.

Um garoto de 16 anos, após junto ao pai, é que fez a denúncia. Ele disse que j√° teria sido "manipulado" pelo sacerdote, dentro de carro a caminho da casa paroquial, onde havia ido com o padre. Mas, ao chegarem, ele se trancou no banheiro da casa, para pedir socorro para o pai.

Hoje o padre saiu da cadeia onde ficou pouco mais de 24 horas, mas ficou proibido de se aproximar ou manter contato com a vítima e seus familiares.

Quando preso ontem, o padre negou o crime, mas o adolescente tinha prints de conversas mantidas com o p√°roco onde estavam mensagens em que ele oferecia dinheiro para o garoto.

Dia D

O adolescente disse que recebeu as mensagens do padre oferecendo o dinheiro, mas sem especificar o porqu√™. O p√°roco foi até a resid√™ncia do garoto para busc√°-lo.

No caminho até a casa, o padre começou a passar as mãos nas partes íntimas do adolescente, fazendo perguntas de cunho sexual ao adolescente. J√° na casa, o garoto se trancou no banheiro e pediu socorro para o pai pelo telefone.

Afastamento oficial

O padre da paróquia da região das Moreninhas, foi afastado pelo arcebispo Dom Dimas Lara Barbosa de acordo com nota enviada para a imprensa.

De acordo com a nota, o Tribunal Eclesi√°stico far√° as investigações do caso, do padre que chegou a receber em 2023 o título de cidadão Campo-grandense.

Confira a nota na íntegra:

"Considerando que a Arquidiocese de Campo Grande teve ci√™ncia de graves denúncias contra o padre, até o presente momento P√°roco da Paróquia Nossa Senhora Aparecida das Moreninhas, em cumprimento às normativas do Direito Canônico, bem como às promulgadas pelo Papa Francisco e pela Sé Apostólica sobre a proteção de vulner√°veis, determinei o afastamento ad cautelam do referido sacerdote de suas funções ministeriais, para que a autoridade policial, o Tribunal Eclesi√°stico e a Comissão de Proteção de Vulner√°veis da Província Eclesi√°stica de Campo Grande conduzam com dilig√™ncia as devidas investigações acerca dos fatos denunciados. Durante este período de afastamento e no aguardo dos resultados das investigações, ser√° nomeado um Administrador Paroquial para a j√° mencionada Paróquia".

Comunicar erro
SUPREME

Coment√°rios

ANUNCIA